Investimento em renda fixa ou variável, qual o melhor?

Investimento em renda fixa

Sabe aquele já conhecido ditado de que quem guarda tem? Pois é, não existe mágica para formar patrimônio. Independentemente da sua renda atual se é grande ou pequena, poupar e investir é fundamental para manter uma vida financeira saudável! Separar mensalmente uma parcela dos seus rendimentos para investir em bons produtos financeiros deve constar no orçamento mensal.

Para muitos, falar em investimento financeiro ainda é um assunto de desconhecimento, principalmente para nós, brasileiros, culturalmente não tivemos acesso à educação financeira e isso pode ser observado na grande quantidade de pessoas que recorrem a empréstimos para cobrir imprevistos.

 Como começar a investir

  • Primeiramente é preciso dar sentido ao seu esforço de poupança pois todos nós temos sonhos e objetivos na vida e essa deve ser a maior motivação.
  • Seja realista com a sua situação econômica, vista de acordo com as suas possibilidades sem contrair dívidas, ou seja, não se inspire nos outros. Faça um orçamento mensal e inclua também o valor que investirá mensalmente, mês após mês, em função dos seus objetivos e metas financeiras.
  • Não espere sobrar dinheiro para começar a investir, comece seu orçamento mensal ainda hoje, mesmo que seja preciso revisar seus gastos mensais. Se preciso, corte gastos supérfluos, principalmente de produtos e serviços que não utiliza.
  • Acompanhe de perto seus investimentos financeiros, olhar de perto estimula poupar e investir. Investir sem planejamento e sem visão de futuro pode não ser tão saudável.
  • Comece seu investimento em renda fixa em produtos financeiros como Tesouro Direto, Certificado de Depósito Bancário (CDB), etc.  Investir em renda fixa pode ser uma boa para quem ainda não tem experiência em investimentos.
  • Embora no Brasil a Caderneta de Poupança ainda seja a primeira opção para “juntar dinheiro”, a antiga Poupança não é a melhor opção de renda fixa sendo a com menor rendimento.

Porém, com tantas opções de investimentos em renda fixa, investimentos em renda variável, CDB, ações, fundos de investimentos, debêntures, caderneta de poupança, tesouro direto, etc, etc, ufa, muitas opções! Para facilitar, confira abaixo as principais opções de investimento em renda fixa e variável:

  • Investimentos de renda fixa:  Poupança; Tesouro Direto; Certificado de Depósito Bancário (CDB); Letras de Crédito imobiliário e agronegócio (LCA e LCI); Letra de Câmbio (LC); Debêntures; Fundos de Investimentos;
  • Investimentos em renda variável: Ações; Fundos de Ações; Derivativos; Certificados de Operações Estruturadas (COE); Fundos Multimercados; ETFs; Fundos de investimentos Imobiliário (FIIs).

Além de decidir qual tipo de investimento financeiro,  se curto, médio ou longo prazo, é necessário descobrir qual seu perfil de investidor e, principalmente qual o tipo de rentabilidade do investimento em renda fixa ou variável.

Antes de escolher qual a melhor rentabilidade, descubra qual o seu perfil de investidor: se você tem medo de se arriscar e prefere aplicações mais seguras, seu perfil pode ser considerado conservador. Se a possibilidade de maiores ganhos depender em investir em produtos mais arrojados, de médio risco, você pode ter o perfil de investidor moderado. Investidores de perfil agressivo ou arrojado aceitam correr riscos em busca de maiores rendimentos.

 Então, qual a diferença entre investimento de renda fixa e renda variável?

De modo geral, podemos afirmar que a principal diferença entre os dois tipos de investimento: renda fixa ou renda variável, é o risco para o investidor. Quando investimos em renda fixa temos uma previsibilidade de qual será o rendimento. Porém, os investimentos em renda variável, possibilitam uma rentabilidade não fixada.

Qual o melhor investimento: renda fixa ou variável?

Não há como dizer qual tipo de investimento é melhor. Tudo depende do perfil do investidor, de quanto risco está disposto correr e por quanto tempo deseja guardar o dinheiro. Por isso é fundamental pesquisar cada produto de investimento antes de investir. Para isso, recomendamos que visite o site do banco, da instituição financeira, corretora de investimentos antes de aplicar seu dinheiro. Recomendamos também fortemente que verifique no site do Banco Central do Brasil detalhes da corretora de investimentos antes de tomar uma decisão.

Não sabemos como ficará a economia daqui a alguns anos, é impossível prever ou mesmo afirmar qual o melhor produto financeiro, a melhor opção de investir. Pois, sabemos que o mercado financeiro é bastante instável e volátil.   Então antes de investir verifique a rentabilidade, a liquidez, o risco e o tempo de resgate. E, principalmente, tenha consciência que investir é necessário e deve constar no planejamento financeiro. Esperamos que a consciência financeira possa trazer bons frutos e a tão sonhada liberdade financeira!

Deixe sua opinião

Leia também

© 2022 - Cartão de Crédito e Conta Corrente